Não há produtos no carrinho.
art nouveau na arquitetura

Art Nouveau na arquitetura: contexto histórico e características do estilo

O Art Nouveau na arquitetura surgiu na Europa, no fim do século XIX, e teve como influência a chamada “arte nova”, um estilo estético que também revolucionou as artes plásticas, o design de interiores e a arte em decoração.

Esse movimento vanguardista nasceu com a proposta de quebrar as tradições impostas pelo rigor formal da Arte Acadêmica. Seu surgimento também se relaciona diretamente com a produção em massa, uma das características da Segunda Revolução Industrial. Esse fato contou com inúmeras críticas, pois muitos acreditavam que a arte não deveria estar atrelada ao capitalismo.

Um de seus críticos mais fervorosos foi o escritor inglês John Ruskin, que se opôs fortemente à massificação da arte. Desse modo, prestigiou a criatividade e os aspectos artesanais do estilo.

Assim, essa corrente despontou com o discurso da valorização da originalidade, mas não deixou de lado o seu contexto histórico. Isto é, para promover o acesso à arte para maiores audiências, apresentou o caráter de produção em massa.

O Art Nouveau na arquitetura abraçou uma estética baseada na natureza. Logo, suas obras contavam com elementos que a imitavam, como formas orgânicas e estilo floreado. O uso de materiais específicos, como o ferro, que simulava o movimento das árvores, e o vidro, que dava leveza às construções, também foi bastante propagado.  

Quer saber mais sobre o Art Nouveau na arquitetura e conhecer suas características? É só continuar lendo!

Características do Art Nouveau na arquitetura

Entre as principais características do estilo Art Nouveau na arquitetura, as principais são:

  • linhas curvas assimétricas e delicadas;
  • a natureza como fonte de inspiração;
  • o prestígio das formas orgânicas;
  • combinação da forma com função;
  • design extravagante;
  • uso de materiais como vidro e ferro;
  • ter como inspiração os estilos barroco e rococó;
  • a presença de vitrais e mosaicos.  

Feita em ferro, a entrada do metrô de Paris é um belo exemplo de Art Nouveau na arquitetura.

estilo art nouveau na arquitetura

Crédito: Wikipédia

Muitos confundem o Art Nouveau com o Art Déco. Você também? Então, clique aqui e conheça as diferenças desses estilos!

Principais representantes do Art Nouveau na arquitetura

Entre os principais representante do Art Nouveau na arquitetura, os nomes que mais se destacam são:

1. Victor Horta

O belga Victor Horta é considerado o primeiro arquiteto a empregar características de Art nouveau na arquitetura. Responsável pelo projeto e pela construção do primeiro edifício desse estilo, a Casa Tassel, suas propostas apresentavam forte caráter decorativo, elegância e formas sinuosas.  

art nouveau características arquitetura

Crédito: Wikipédia

2. Antoni Gaudí

O arquiteto catalão Antoni Gaudí também ficou conhecido por utilizar o Art Nouveau na arquitetura. Fez isso ao produzir obras com criatividade e brilhantismo. A casa Milà, com sua fachada repleta de ondas, é um excelente exemplo desse estilo arquitetônico. 

casa milà art nouveau na arquitetura

Crédito: Wikipédia

Você sabia que Antoni Gaudí é conhecido como “arquiteto de Deus”? Não? Então leia “Quem foi Antoni Gaudí: biografia, construções e legado do arquiteto”, e descubra o porquê dessa fama!

Arquitetura Art Nouveau no Brasil

No Brasil, a arquitetura Art Nouveau também teve sua história. Chegando no fim do século XIX e ganhando espaço no início do século XX, esse estilo foi influenciado pela Belle Époque e toda a sofisticação que a caracterizava.

Assim, o Art Nouveau na arquitetura do Brasil contou com formas sinuosas e decoração ornamental. Logo, esse estilo conquistou adeptos e foi empregado no país, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O edifício Vila Penteado, em São Paulo, é considerado a primeira obra elaborada com características de Art Nouveau. Projetada pelo arquiteto sueco Carlos Ekman, essa construção foi realizada em 1902.

arquitetura art nouveau no brasil

Crédito: FAU  

Considerado um dos principais cartões postais de São Paulo, o Viaduto Santa Ifigênia também é caracterizado pelo estilo Art Nouveau. Inaugurado em 1913, esse viaduto foi construído com toneladas de ferro e suas peças, que remetem à estética do Art Nouveau, foram importadas da Bélgica.

viaduto santa ifigênia art nouveau arquitetura

Crédito: São Paulo Antiga

Gostou de saber mais sobre o Art Nouveau na arquitetura? Conte sua opinião para a gente, ela é muito importante! Caso tenha gostado, aproveite para compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais.

Aproveite também para conhecer um pouco sobre a Laart!

Idealizada por Luis Felipe e Manoel, dois apaixonados por arte, a Laart é uma galeria de arte online que nasceu com a proposta de valorizar o trabalho de artistas latino-americanos e também para facilitar o acesso à arte por meio de gravuras especiais e originais.

Ao adquirir uma gravura na Laart, você tem:

  • exclusividade: pois todas as peças têm tiragem limitada e são assinadas pelos artistas;
  • praticidade: você não precisa sair de casa para comprar;
  • variedade: o acervo apresenta gravuras dos mais diferentes movimentos, estilos e técnicas;
  • satisfação: a Laart apresenta uma política de troca e devolução baseada no Código de Defesa do Consumidor.

A Laart tem em seu acervo mais de 15.000 gravuras. Essas peças vêm com certificado de autenticidade. Quer mais? Pois a galeria conta também com verdadeiras raridades. Isso mesmo, o acervo apresenta exemplares únicos, antigos e históricos. 

Além disso, para tornar a arte acessível para todos os seus admiradores, a galeria apresenta obras selecionadas com preços especiais. Como essas oportunidades têm tempo limitado, a dica é: não perca tempo, clique aqui e conheça agora essas gravuras!

Compartilhar com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *