Não há produtos no carrinho.
o que é gravura

O que é gravura: entenda tudo sobre esta técnica de arte

Há questões que despertam a curiosidade no cenário da arte. A técnica da gravura é uma delas! Quer saber o que é gravura, conhecer sua história e alguns exemplos de obras? Então, continue lendo! 

O que é gravura?

Gravura nada mais é do que uma linguagem visual que representa um tipo de arte, como pinturas e relevos. Com essa técnica, a imagem é obtida por meio da impressão de uma matriz, na qual um desenho é gravado com uma ferramenta chamada buril.

Trata-se de um modo de reprodução assinado e numerado que conta com forte valor artístico. Afinal, por meio dessa técnica, o artista produz peças únicas e dispensa artifícios tecnológicos. 

História da gravura

A história da gravura é mais antiga do que muita gente imagina. Ela foi particularmente importante no século II, quando os chineses, por meio de pedras e madeiras, gravavam sua arte. 

No ocidente, a gravura teve seu início junto com o surgimento do papel, no século XIV. Porém, foi em meados do século seguinte, na Alemanha e na Itália, que a técnica começou a ganhar fama. Desenvolvido por ourives, esse método se propagou por toda a Europa. Desse período em diante, os artistas que utilizaram a gravura no ocidente começaram a ser chamados de Mestres da Gravura

Um dos primeiros trabalhos conhecidos da arte da gravura foram feitos pelo Mestre E. S., um alemão anônimo que colocava as letras E. S. em suas peças. 

o que é gravura

Mestre E. S. – “Dalila cortando o cabelo de Sansão”. Crédito: Wikipédia

Depois, Martin Schongauer obteve destaque nessa área. Além de ourives, Schongauer foi um conhecido pintor alemão que produziu várias obras com esse método. Outro importante artista do período foi o Mestre de Housebook, que elaborou a famosa gravura “Par de Amantes”.

tipos de gravuraMestre de Housebook – “Par de Amantes”. Crédito: Wikipédia

Enquanto a gravura alemã sofreu forte influência do estilo gótico, a italiana exibiu os traços renascentistas do período. Assim, no século XVI, a função de reprodução de obras por meio da gravura se estabeleceu. Considerado um mestre nesse segmento, Marcantonio Raimondi ficou conhecido por propagar cópias das pinturas de Rafael. A ilustração abaixo, “Lucretia”, é um exemplo desse tipo de peça. 

o que significa gravura

Marcantonio Raimondi – “Lucretia”. Crédito: Wikipédia

Um dos gravadores mais conhecidos da história foi Albrecht Dürer, o principal artista alemão do século XVI. Feita em xilogravura, a sua obra “Rinoceronte” data de 1515.

o que é gravura na arteAlbrecht Dürer – “Rinoceronte”. Crédito: História das Artes

Nesse período, o universo da gravura passou a se tornar mais restrito à reprodução de pinturas. Essa tendência continuou durante o século seguinte, que contou com a popularização de técnicas como a gravura pontilhada e da forma do giz de cera. 

Já no século XVII, o trabalho em gravura do pintor espanhol Francisco de Goya ficou conhecido. Por meio de suas peças, o artista fazia críticas à sociedade. “Los Caprichos” é uma de suas principais obras.

história da gravuraFrancisco de Goya. “Los Caprichos”. Crédito: Wikipédia

No século XIX, a evolução da comunicação resultou em maior interesse por peças de arte. Nesse período, o francês Gustave Doré criou gravuras consideradas obras primas da ilustração.

o que é gravuraCrédito: Wikipédia

No século XX, artistas como Andy Warhol, utilizaram uma das mais famosas técnicas de gravura, a serigrafia, para compor suas obras. 

gravura andy warhol

Crédito: Jornal Cruzeiro

Leia também: “Descubra 10 gravuras famosas criadas nos últimos 300 anos”.

Tipos de gravura que você precisa conhecer  

1. Xilogravura

De origem chinesa, a xilogravura é uma técnica que significa gravura em madeira. Por meio dela, é entalhada na madeira a imagem a ser impressa com o auxílio de um instrumento cortante. Assim, o artista deixa em relevo a parte que deseja reproduzir e, logo, faz uso de uma tinta para pintar a área em relevo. Depois disso, é utilizada uma prensa para fazer pressão e, logo, aparece uma impressão em alto relevo que exibe a imagem. 

A gravura a seguir mostra um exemplo perfeito do uso dessa técnica. Essa obra de Gilvan Samico está no acervo da Laart! Clique aqui para conhecê-la.

gravura gilvan samico

Crédito: Laart. Foto de Joca Meirelles

No Brasil, a xilogravura foi muito usada para ilustrar textos de literatura de cordel. Clique aqui e saiba tudo sobre o assunto!

2. Litografia

A litografia um tipo de impressão que acontece a partir da criação de uma marca sobre uma placa de metal ou pedra calcária. O desenho é registrado por um instrumento gorduroso. Dessa forma, o processo de impressão acontece pelo acúmulo de gordura na superfície do material e a imagem aparece por meio de uma prensa litográfica. 

Feita em litografia, a incrível gravura abaixo está no acervo da Laart. Ficou curioso? Clique aqui e saiba tudo sobre essa peça!

o que é gravura

Crédito: Laart. Foto de Joca Meirelles

3. Serigrafia

A serigrafia se baseia em um tipo de impressão em que se transfere uma imagem para uma superfície, como um tecido ou outro local em que se deseja imprimir a figura. Também chamada silk screen, essa técnica é conhecida por sua elevada qualidade e longa duração.

Feita em serigrafia, “Bandeirinhas”, de Alfredo Volpi, é um belo exemplo desse estilo. Clique aqui e conheça, em detalhes, essa gravura.

o que é gravura alfredo volpi

Crédito: Laart. Foto de Joca Meirelles

Gostou das obras que viu neste post? Você pode adquiri-las online no nosso site!

A Laart é uma galeria de arte online, especializada na venda de obras em gravura originais, assinadas e de série de tiragem limitada, de importantes artistas brasileiros e latino americanos. 

Todas as obras vêm com certificado de autenticidade e você recebe em casa com toda a segurança de comprar no marketplace mais importante do mundo de arte. Conheça os artistas e obras disponíveis em nosso site.












 

 

Compartilhar com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *