vkhutemas

Como a escola vkhutemas contribuiu para a história da arte e da arquitetura?

Logo após a Primeira Guerra Mundial, duas escolas de arte com valores e propostas semelhantes surgiram na Europa. A primeira se estabeleceu na Alemanha e ficou conhecida como Escola de Bauhaus, já a segunda, chamada de vkhutemas, se organizou na Rússia. 

Para conhecer a história dessa escola, conferir suas características e saber quais foram suas principais obras, basta ler este artigo até o fim!

Como surgiu a escola vkhutemas?

A escola surgiu por decreto do Chefe de Governo da época: Vladimir Lenin. 

O famoso revolucionário comunista tinha como objetivo preparar os artistas e arquitetos de forma elevada para que eles, por meio de suas performances, artes e construções, educassem e de, certa forma, “controlassem” o proletariado. 

O intuito era de que a Revolução bolchevique fosse abraçada por todos os cidadãos e que seus valores fossem respeitados não só no país como em todo o mundo. 

Os vkhutemas seguiram os moldes do construtivismo, ou seja, foram pensados para que a arte e os projetos fossem criados em prol das pessoas e que fossem inseridos em seus cotidianos. 

Assim sendo, a escola teve como base a multidisciplinaridade e teve como meta estabelecer uma arte que servisse à arquitetura. No entanto, não negou a experiência, tampouco bloqueou a criatividade de seus artistas e arquitetos. 

Contudo, como tudo que é novo, recebeu uma certa resistência de artistas que, preocupados com a liberdade de seus processos, ficaram desconfortáveis com a proposta da escola e também com a interferência do governo. 

Porém esse desconforto em nada mudou o processo, visto que o Estado não só promoveu um novo olhar sobre a arte, como também escolheu os alunos que deveriam fazer parte dela. 

Muito se engana quem pensa que esse processo tenha gerado influência na adesão de alunos. Muito pelo contrário. Isso porque logo em seu início os vkhutemas registraram mais de  2000 matrículas e cerca de 100 docentes. Em nível comparativo, a Escola de Bauhaus na Alemanha não chegou nem a 100 alunos em seu início. 

artistas da vkhutemas

Alunos das oficinas de 1927 – Crédito: Monoskop 

Quais foram as bases da Escola?

Apesar de ser controlada pelo Estado, a escola não limitou o fazer artístico, na verdade, ela o desenvolveu. Afinal, buscou expandir os limites de seus inscritos. 

Nas oficinas, alunos e professores não só trocavam profundas ideias, como também as transformavam em arte combinada com a realidade, a qual era expressa pelo geometria precisa e pelo equilíbrio entre formas e espaços, o que foi considerado como uma das maiores revoluções da história da arte até então. 

É interessante observar que os alunos tinham liberdade para escolher o orientador de sua preferência, o que não era tarefa fácil, uma vez que a escola apresentava mestres, como arquitetos como Konstantin Melnikov e Alexey Shchusev, assim como contava com grandes artistas dos vkhutemas,  como o pintor Kazimir Malevich e El Lissitzky, o maior disseminador do construtivismo.

Sem falar em Wassily Kandinsky, conhecido por ter introduzido a abstração no campo das artes visuais e que manteve o espírito e a proposta dos vkhutemas para ensinar em Bauhaus. 

As bases pedagógicas da escola eram focadas na crença de que tudo que fosse criado deveria incitar à mudança não só das artes e da arquitetura, como da sociedade. 

Dessa forma, entre as principais características dos vkhutemas, podemos dizer que a de mais destaque tenha sido a busca pelo equilíbrio da estética com a política e a sociedade. 

Além disso, os artistas dos vkhutemas não criavam para comercializar sua arte, visto que o intuito da escola era o de promover a educação social e seguir os preceitos políticos do período. 

Outro ponto importante que merece ser ressaltado é que o estudo, o intercâmbio de ideias era tanto que, em muitos momentos, os alunos da escola conseguiram superar seus mestres. 

Foi o que aconteceu após o pintor e arquiteto russo Ivan Leon Leonidov apresentar o seu projeto para a construção da  Biblioteca Lênin em Moscou. O seu brilhantismo foi tanto que os professores, em sinal de respeito e de admiração, se levantaram de seus lugares. 

Poucos anos após seu surgimento, mais precisamente em 1926, a escola foi reformulada devido ao ingresso de um novo reitor. Assim, a escola ganhou o nome de instituto. 

Quatro anos depois, devido às mudanças políticas e as pressões internas, os vkhutemas entraram em declínio e logo terminaram após dez anos de existência. 

Apesar de sua proposta de vanguarda e da relevância inegável da escola para a arte e a arquitetura não só da Rússia como de toda a Europa, os vkhutemas, ao contrário da Escola de Bauhaus, não ficaram tão famosos. 

Contudo, alguns historiadores, cientes da importância da escola, alegam que em futuro não muito distante, os vkhutemas receberão o reconhecimento merecido. 

Quais as características dos vkhutemas?

  • estudo profundo sobre formas geométricas e de elementos como cor, volume, proporção, contraste, ritmo e espaço;
  • o desenvolvimento construções, arte  e objetos vkhutemas  para o cidadão;
  • forte interferência do Estado;
  • tendência para a construção de projetos funcionais e com pouco luxos; 
  • a base construtivista e abstrata;
  • treinamento rigoroso de desenho; 
  • longas conversas entre alunos e professores;
  • o olhar voltado para o novo, para a inovação e tecnologia. 

Leia também: Quem foi Walter Gropius: biografia e legado do fundador da Escola de Bauhaus, 

Projetos e objetos vkhutemas famosos

Projeto para uma cidade do futuro vkhutemas

Crédito: Edições Aurora

Proposta de imóvel para Comintern

vkhutemas

 

Crédito: Edições Aurora

Projeto para o Pavilhão da Representação Comercial Soviética na França

Vkhutemas
Crédito: Edições Aurora

Raboty arkhitekturnogo fakulteta

vkhutemas

Crédito: Monoskop 

Curtiu este post? Então, que tal promover este conhecimento o compartilhando em suas redes sociais?

Aproveite o momento para conhecer a Laart. 

A Laart é uma galeria de arte online especializada em gravuras e que nasceu com a proposta de valorizar a arte brasileira e latino-americana por meio de obras acessíveis e originais. 

Todas as peças da galeria são assinadas e contam com certificado de autenticidade. Para conhecê-las, convidamos você a visitar o acervo!

Share with

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart
Não há produtos no carrinho.