7 maravilhas do mundo antigo

Quais são as 7 Maravilhas do Mundo Antigo e em que países elas estão?

As 7 Maravilhas do Mundo Antigo comprovam que o homem, já em tempos remotos, apresentava toda a habilidade, inteligência, engenhosidade, criatividade e técnica para desenvolver obras arquitetônicas surpreendentes. 

Foram os gregos que escolherem quais seriam esses monumentos, assim como também foram eles que determinaram a sua quantidade. 

Eles escolheram o número sete por acreditarem que ele simbolizasse a perfeição. Essa decisão também foi influenciada por questões de ordem espiritual e astronômicas, visto que, acredita-se que esse povo associasse o número sete à harmonia dos cinco planetas conhecidos até então, em conjunção com o Sol e a Lua. 

A maioria das 7 Maravilhas do Mundo Antigo teve existência breve. Também é interessante observar que talvez uma delas nem tenha existido e apenas uma delas permanece praticamente ilesa. 

Para saber quais das 7 Maravilhas do Mundo Antigo existem, saber qual a mais antiga das 7 Maravilhas do Mundo e conferir suas histórias, basta continuar lendo!

Quais são as 7 maravilhas do Mundo Antigo? 

  • A Grande Pirâmide de Gizé- Egito
  • Jardins Suspensos da Babilônia – Iraque
  • A Estátua de Zeus – Grécia 
  • Mausoléu de Halicarnasso – Turquia
  • Templo de Ártemis – Turquia 
  • Colosso de Rodes – Grécia 
  • Farol de Alexandria – Egito 

7 Maravilhas do Mundo Antigo: suas histórias e importâncias

1. A Grande Pirâmide de Gizé

A Grande Pirâmide de Gizé é a única das 7 Maravilhas do Mundo antigo que ainda existe e é a mais antiga de todas. Construída pelos egípcios por volta de 2.500 a.C, essa construção foi encomendada pelo faraó Quéops para abrigar o seu sarcófago. 

Com mais de 130 metros de altura, a construção desse monumento levou mais de 20 anos para ser finalizada e contou com o trabalho de milhares de homens. 

A sua criação envolve mistérios que ainda não trazem explicações exatas, uma vez que os blocos de pedra da pirâmide pesavam toneladas. Logo, não é possível saber como os egípcios os erguiam, há apenas teorias. 

Uma delas sugere que o transporte das pedras acontecia por meio do Rio Nilo. Já a outra se baseia na suposição de que os blocos fossem, na verdade, de cimento. 

Crédito: Revista Galileu 

2. Jardins Suspensos da Babilônia

Apesar de muitos textos antigos apresentarem relatos e descrições sobre os Jardins Suspensos da Babilônia, muitos historiadores afirmam que se essa obra nada mais é do que uma lenda. Isso porque há dúvidas se esse monumento tenha realmente existido, pois não há vestígios arqueológicos. 

Caso os Jardins Suspensos da Babilônia tenham realmente existido, essa construção apresentou uma façanha dentro de seu tempo, uma vez que manter uma vegetação viva em pleno deserto em 600 a.C não era tarefa fácil. 

Sobre os motivos de sua construção, o mais conhecido é de que ela tenha sido feita para agradar a esposa do Rei Nabucodonosor 2º.

7 maravilhas do mundo antigo

Crédito: BBC 

3. A Estátua de Zeus 

Criada pelo grego Fídias por volta de 430 a.C, essa escultura apresentava mais de 13 metros de altura e foi considerada um símbolo de perfeição e beleza. 

Feita em ouro e marfim, a Estátua de Zeus supostamente desapareceu devido ao terremoto que teria acometido a Grécia no século XIII. 

7 maravilhas do mundo antigo

Crédito: Pinterest 

4. Mausoléu de Halicarnasso

Desenhada por arquitetos e escultores, o Mausoléu de Halicarnasso foi uma tumba encomendada pelo poderoso governante Mausolo, que, por volta de 350 a.C, não poupou gastos para construir obras e estátuas para embelezar o lugar em que ele e sua esposa viviam. 

Com cerca de 45 metros de altura, esse túmulo contou com materiais como ouro, mármore e bronze para ser elaborado. Hoje, sua forma está em ruínas, uma vez que o mausoléu foi afetado por uma série de abalos sísmicos. 

7 maravilhas do mundo antigo

Crédito: Wikipédia 

5. Templo de Ártemis 

Essa obra é considerada por muitos historiadores como o maior templo da antiguidade. Extravagante e suntuoso, esse monumento foi criado em homenagem a deusa da caça Ártemis, por volta de 550 a.C

Com quase 100 metros de altura e cerca de 45 metros de largura, o Templo de Ártemis foi feito em mármore e foi reconstruído e expandido várias vezes, até ser completamente destruído em 260 a.C por uma invasão bárbara. 

quais são as 7 maravilhas do mundo antigo

Crédito: Info Escola 

Leia também:

6. Colosso de Rodes 

Representando o Deus grego do sol Hélio, o Colosso de Rodes foi construído por volta de 290 a.C pelo escultor Carés de Lindos, que levou mais de uma década para elaborá-lo. 

Feita em bronze e apresentando mais de 30 metros de altura, essa estátua foi criada para comemorar uma grande vitória militar. 

Ela foi destruída por um terremoto apenas cinquenta anos após sua construção, mas foi significativa o suficiente para ser uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo. 

quais são as 7 maravilhas do mundo antigo

Crédito: Wikipédia 

7. Farol de Alexandria 

Elaborado em mármore e em argamassa, essa obra foi feita por Sóstrato de Cnido, um arquiteto grego. 

A sua data de construção remete à 250 a.C. Essa obra foi feita para guiar os marinheiros em suas viagens durante a noite. 

Apresentando mais de 150 m de altura, o Farol de Alexandria se manteve intacto durante um longo período, mesmo tendo enfrentado uma série de terremotos. Porém, acabou não resistindo a eles e, assim, ruiu por volta do século IV.

quais são as 7 maravilhas do mundo antigo

Crédito: Escola Educação 

Gostou de conhecer as 7 Maravilhas do Mundo Antigo? Caso sim, não deixe de compartilhar esse artigo em suas redes sociais!

Quer informação quentinha sobre cultura, arte e arquitetura sempre? Então, assine a newsletter da Laart e se mantenha sempre bem-informado! 

Aproveite também para seguir a Laart no Instagram. Lá tem conteúdo sempre e quizzes e testes bem divertidos!

Share with

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart
Não há produtos no carrinho.