Não há produtos no carrinho.
pós-impressionismo

Pós-impressionismo: o que foi, características e os artistas que transformaram a arte!

O pós-impressionismo foi uma tendência artística inovadora e cheia de significados que teve como país de origem a França e iniciou na década de 1880. Esse período artístico se prolongou até o começo do século XX, época em que surgiram outras vanguardas artísticas europeias, como a arte cubista.

Apesar de sua curta duração, o pós-impressionismo foi um gênero artístico emblemático para a história da arte mundial, tanto que influenciou movimentos importantes da arte moderna e contemporânea, deixando um legado extremamente relevante. Além disso, contou com artistas de renome que marcaram a cena artística ao redor do globo.

Para entender o que foi o pós-impressionismo, conhecer sua proposta, características da arte pós-impressionista, principais artistas e obras, você só precisa ler este post até o fim!

O que foi o pós-impressionismo?

O pós-impressionismo foi uma expressão artística que apresentou um elevado grau de heterogeneidade. Isso porque seus artistas não seguiam determinados padrões estéticos, uma novidade desse gênero, já que muitos movimentos artísticos apresentavam uma série de aspectos em comum que os determinaram.

O nome pós-impressionismo foi empregado, pela primeira vez, por Roger Eliot Fry, um crítico inglês que usou a expressão para definir as obras de artes de alguns artistas que estavam expostas em uma famosa galeria de Londres, em 1910. Essa mostra reuniu trabalhos de ícones da arte pós-impressionista, como os dos artistas Paul Gauguin, Paul Cézanne e Vincent van Gogh.

O pós-impressionismo surgiu com uma espécie de oposição à arte impressionista. Isso porque muitos artistas consideravam o impressionismo como um gênero sem profundidade subjetiva ou temática. Isto é, muitos caracterizavam o impressionismo como uma corrente que não apresentava emoções e que não abordava temas fundamentais da sociedade, como os acontecimentos sociais e políticos.

Dessa forma, a principal diferença entre o impressionismo e o pós-impressionismo é que enquanto o primeiro prestigiava questões técnicas, como a luz natural e a pintura ao ar livre, o segundo, além da técnica, valorizava a expressividade e a emoção no momento da criação.

Nesse contexto, é válido enfatizar que os artistas pós-impressionistas também consideravam extremamente importante a luminosidade e a cor para elaborar seus trabalhos.

Pós-impressionismo: características

Apesar de seu caráter heterogêneo, a arte pós-impressionista conta com algumas características. São elas:

  • o forte caráter simbólico e subjetivo;
  • a valorização tanto de cenas políticas e sociais, como de temáticas do cotidiano;
  • o uso constante da emoção;
  • a liberdade no uso de cores;
  • o prestígio da estrutura, da textura e da luminosidade;
  • a presença de contornos mais delimitados;
  • o emprego da técnica pontilhista;
  • a valorização da bidimensionalidade nas obras.

Artistas pós-impressionistas e suas obras

Conheça agora os principais artistas pós-impressionistas e suas obras mais famosas do estilo.

1. Georges-Pierre Seurat 

Para alguns estudiosos, o pintor francês Georges-Pierre Seurat foi o primeiro artista pós-impressionista que rompeu com o impressionismo.

Conhecido por empregar a técnica do pontilhismo, que tem como proposta utilizar um ponto como base para, assim, criar uma pintura, ele explorou novos conceitos em relação à representatividade da cor, um fato que chamou a atenção de diversos artistas da época.

Entre suas obras pós-impressionistas mais importantes, a pintura “Uma Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte”, de 1884,  é uma de destaque.

arte pós-impressionista

Crédito: Wikipédia

2. Vincent van Gogh

Rejeitando os padrões rígidos da arte acadêmica e o acabamento perfeito, o pintor holandês Vincent van Gogh foi um dos mais importantes artistas pós-impressionistas da história.

Empregando cores saturadas e pinceladas únicas, ele criou obras inestimáveis repletas de emoção e subjetivismo que, até hoje, são interpretadas e reinterpretadas por críticos de arte de todo o mundo.

De 1889, a pintura “A Noite Estrelada” é uma das peças mais famosas do artista e da história da arte.

impressionismo e pós-impressionismo

Crédito: Wikipédia

3. Paul Gauguin

Em 1888, Vincent van Gogh e Paul Gauguin dividiram um pequeno estúdio no sul da França. Ambos admiravam o simbolismo que uma obra de arte podia apresentar. Assim, inspirado nessa característica, Paul Gauguin desenvolveu a teoria do sintetismo.

Por meio dela, os sentimentos do artista eram valorizados e a estética da obra (como a linha e a cor) era definida por sua forma pura.  

Em seu trabalho, o artista francês frequentemente descartou o emprego do sombreamento. Em vez disso, usou cores puras, linhas fortes e bidimensionalidade para provocar um impacto emocional intenso.

Criada em 1893, a peça “Tahitian mountains” é uma de suas obras pós-impressionistas mais icônicas.

pós-impressionismo obras

Crédito: WikiArt

4. Paul Cézanne 

Em sua pintura, o artista francês Paul Cézanne focou em explorar a estrutura formal de naturezas-mortas, retratos e paisagens.

Em vez de retratar a impressão geral de uma cena, ele articulou uma organização diferente, mostrando que uma paisagem era construída por meio de elementos geométricos simples.

Paul Cézanne foi um artista de extrema relevância para a história da arte. Tanto que influenciou figuras brilhantes de outros movimentos, como Henri Matisse e Pablo Picasso. 

Criada em 1904, a obra “Mont Sainte-Victoire” é uma de suas peças mais conhecidas.

artistas pós-impressionistas

 Crédito: The Met

Outros importantes artistas da arte pós-impressionista foram:

  • Charles Angrand; 
  • Édouard Vuillard; 
  • Henri Rousseau; 
  • Henri de Toulouse-Lautrec; 
  • René Schützenberger. 

A galeria online da Laart conta com um acervo exclusivo de gravuras de diferentes movimentos,  como surrealismo, modernismo, conceitual, abstrato, figurativo e todos os demais estilos fundamentais para a arte.

Todas as obras vêm com certificado de autenticidade e você as recebe em casa com toda a segurança de comprar no marketplace mais importante do mundo de arte. Clique aqui e conheça as gravuras disponíveis no acervo da Laart. Você irá se impressionar!

Crédito da foto de capa: Folha de S.Paulo

 

Compartilhar com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *