Não há produtos no carrinho.
arthur luiz piza

Arthur Luiz Piza: biografia e principais obras

Observar as obras de Arthur Luiz Piza é um exercício de arte encantador. São formas, cores e volumes que brincam com o olhar e trazem vida para a tela. Conhecido por suas gravuras de estilo construtivista, esse artista plástico propôs técnicas inovadoras, tornando-se conhecido por sua ousadia e linguagem única.

Quer conhecer a biografia de Arthur Luiz Piza, conceitos e principais obras? Então, leia este post até o fim!  

Arthur Luiz Piza: biografia

Nascido em 1928 em São Paulo, Arthur Luiz Piza inicia sua formação artística cedo, com apenas 15 anos, quando estuda pintura e afresco com Antônio Gomide. Assim, muda-se para França e passa a residir em Paris para aprimorar seu conhecimento.

Anos depois, em 1951, tem como mentor o célebre Johnny Friedlaender, um emblemático artista que influenciou muitas outros por meio de suas técnicas pioneiras em gravura. Com ele, aperfeiçoa sua habilidade em gravura em metal. Logo, se naturaliza francês e chama a atenção de grandes editores.

Já em 1954, participa da 2ª Bienal Internacional de São Paulo. Como resultado de seu empenho e talento, recebe um importante prêmio. A sua maestria é tanta que, poucos anos depois, o seu reconhecimento é inevitável e tem como marca a contemplação de um prêmio de prestígio que valorizava a arte da gravura.

Nesse período, rompe as barreiras da criatividade e do talento ao incorporar relevos em suas gravuras. Para isso, aplica fragmentos em colagens sobre diferentes materiais, como madeira, papel e tela.

Por meio desses relevos, o artista explora a questão do volume. De acordo com entrevista realizada pelo jornal Estado de S. Paulo, ele buscava uma gravura “tátil”. Nessa reportagem, o artista também afirma que Vincent van Gogh exerceu forte influência em seu trabalho.

Versatilidade de Arthur Luiz Piza

Versátil e multifacetado, o mestre da gravura construtivista também cria peças em porcelana e participa da produção de diversos livros de edições limitadas, como ilustrador. Já em 1980, a característica tridimensional de suas obras ganha destaque quando o gênio cria um mural que reflete esse aspecto de três dimensões no Centro Cultural da França, na Síria.

Com um repertório incrível de obras, o sucesso de seu trabalho marca a história da arte brasileira. Em 2002, a Pinacoteca, em São Paulo, e o Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli, em Porto Alegre, homenageiam a sua trajetória artística por meio de amplas retrospectivas.

É claro que com tanta habilidade, talento e ousadia, outros centros culturais do mundo fizeram questão de expor suas obras. Assim, os principais museus do globo, como o Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) e o George Pompidou de Paris apresentam, em seus acervos, trabalhos icônicos do artista.  

Gosta de visitar museus? Confira nossa lista com os 7 principais museus do Brasil que você tem que conhecer!

Arthur Luiz Piza: conceitos

Produzindo trabalhos sensíveis e delicados, as primeiras obras de Arthur Luiz Piza tiveram como referência o grafismo irregular e os toques surrealistas. Estudioso e perspicaz, o artista, com o passar dos anos, percebeu que a gravura era um meio ideal para propagar a sua arte. Assim, produziu peças emblemáticas que também contavam com incorporações geométricas.

Com elevada qualidade técnica, suas peças também mostram jogos com a luz, que conversam muito bem com diferentes profundidades. Tais características tornaram o célebre artista dono de uma linguagem única.

Se, no início de sua jornada, suas obras trabalham formas orgânicas que se harmonizam com a estética de Joan Miró, com o tempo, o volume e os relevos tomaram conta de suas gravuras. Sua série “Capachos”, de 1979, por exemplo, exibe um estilo mais radical do artista que, ao sincronizar triângulos sobre pedaços de sisal, fez com que ele atingisse a tridimensionalidade em seu trabalho, uma conquista que não foi só pessoal, mas reconhecida pelo público e crítica.

Considerado um ícone em termos de gravura contemporânea, Arthur Luiz Piza foi casado com Clelia, quem conheceu no estúdio de Antônio Gomide, e com ela viveu durante 67 anos. Dono de um legado de mais de 3 mil obras, o artista disse adeus à vida e à arte em 2017, aos 89 anos. 

Arthur Luiz Piza: obras

Conheça agora algumas das principais obras de Arthur Luiz Piza:

1. Abstrato I

arthur luiz piza biografia

Crédito: Laart. Foto de Joca Meirelles

Essa interessante gravura de Arthur Luiz Piza está no acervo da Laart! Clique aqui e saiba mais.

2. Abstrato II

arthur luiz piza obras

Crédito: Laart. Foto de Joca Meirelles

Conheça, em detalhes, essa gravura, clicando aqui.

3. Abstrato XXI

arthur luiz piza obras

Crédito: Laart. Foto de Joca Meirelles

Essa emblemática gravura de Arthur Luiz Piza também está em nossa galeria! Saiba tudo sobre ela aqui.

Gostou de conhecer um pouco sobre a biografia de Arthur Luiz Piza? Compartilhe sua opinião com a gente! A Laart, uma galeria virtual especializada em gravuras originais, valoriza muito o conceito e o modo como esse artista propagou a arte em gravura. Sendo assim, conta com peças autênticas desse mestre. Com tiragem limitada, essas gravuras têm certificado de autenticidade e são assinadas. Clique aqui e confira as gravuras de Arthur Luiz Piza. 

Crédito da foto de capa: Jeanne Bucher Jaeger

Compartilhar com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *