escultores brasileiros

Escultores brasileiros: conheça os estilos e artistas mais marcantes desta arte

A escultura é considerada como a quarta das artes clássicas e tem uma gama de artistas muito importantes em sua história no Brasil. Os escultores brasileiros mais relevantes acompanharam as principais influências e correntes estéticas que vieram da Europa desde o período colonial e continuam fazendo história.

Começando pelas obras barrocas, os escultores brasileiros tiveram na religião a principal força para firmar a arte no Brasil, especificamente durante o período colonial.

Mais tarde, com a arte moderna e contemporânea, os escultores brasileiros ganharam liberdade de pesquisa e criação, o que expandiu o número de tendências estéticas.

Confira os principais escultores brasileiros, desde clássicos até contemporâneos, e veja as obras mais marcantes deste tipo de arte no nosso país.

Quais são os maiores escultores brasileiros e suas obras?

Escultores negros brasileiros

Aleijadinho

Antônio Francisco Lisboa (1738-1814), mais conhecido como Aleijadinho, é considerado o maior artista colonial do Brasil e o maior escultor barroco das Américas.

Aleijadinho foi filho de um imigrante português com uma mulher escravizada que foi alforriada. Aos 40 anos, no ápice de sua carreira, foi acometido pela doença hanseníase e perdeu os dedos dos pés, a visão de um olho e quase todos os dedos das mãos.Graças ao auxílio de um empregado, chamado Maurício, continuou a trabalhar.

Como um dos principais escultores brasileiros, as suas obras mais conhecidas são as mais de 60 imagens que foram esculpidas em madeira e os doze profetas feitos de pedra-sabão, uma de suas matérias-primas preferidas, para o santuário de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, Minas Gerais.

Se você quer saber mais sobre a história de um dos escultores mais famosos do nosso país, leia também sobre arte barroca no Brasil.

Doze profetas - Aleijadinho

Doze profetas de Aleijadinho – Crédito: Wikipédia

Mestre Valentim

Um contemporâneio de Aleijadinho, foi o também escultor negro brasileiro Mestre Valentim (1745-1813). Também foi arquiteto, urbanista e entalhador, e por conta da sua atuação em igrejas e no campo da arte civil foi considerado um dos artistas mais originais em atuação no Rio de Janeiro em sua época.

Aprendeu o ofício de escultor e entalhador em Portugal, país para o qual viajou em 1748. Retornando ao Brasil, em 1770, abriu uma oficina em um centro comercial.

Foi o principal construtor de obras públicas do Rio de Janeiro, onde se destacou pelo trabalho no embelezamento urbano, a exemplo da construção do Passeio Público (década de 1760).

Escultores brasileiros modernos

O modernismo trouxe para os escultores brasileiros uma possibilidade de fazer arte de uma maneira mais ousada, criativa e libertária, muitas vezes trazendo padrões chocantes para a época. Em 1922, foi realizada a marcante Semana de Arte Moderna em São Paulo, que impactou também na história da escultura no Brasil.

Victor Brecheret

O escultor ítalo-brasileiro Victor Brecheret (1894-1955) foi um dos principais participantes da semana. Este artista é considerado um dos mais importantes escultores brasileiros e foi um dos responsáveis pela introdução do modernismo na escultura no país, ou seja, é um dos vanguardistas do movimento.

Entre as suas principais obras estão “A carregadora de perfume” (1924), no Parque da Luz, o “Fauno” (1940), no Trianon parque, e especialmente o “Monumento às Bandeiras” (1921-1954), no Parque Ibirapuera, todas em São Paulo.

A sua trajetória e suas obras foram marcadas pelo uso de diferentes técnicas de escultura, incluindo o mármore e a terracota, além da busca por temas mais relevantes para a cultura brasileira.

“Fauno” - Victor Brecheret

Obra “Fauno” de Victor Brecheret. Crédito: Wikipédia

Bruno Giorgi

Outro escultor brasileiro moderno renomado é Bruno Giorgi (1905-1993). Nascido em São Paulo, mudou-se para a Itália em 1913, onde participou ativamente de movimentos antifascistas e por esse motivo foi extraditado para o Brasil em 1935.

Seu trabalho foi marcado por composições abstratas e pela tentativa de integração entre escultura e arquitetura moderna.

Entre as principais obras estão “Mulher ao Luar” (1949), “Condor” (1978) e “Meteoro” (1967-1968). Esta última escultura se encontra no Palácio do Itamaraty, em Brasília, cidade que abriga muitos monumentos de diversos artistas e estilos deste tipo de arte.

Alfredo Ceschiatti

Mais um escultor modernista marcante foi Alfredo Ceschiatti (1918-1989), também desenhista e professor. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro e lecionou desenho na Universidade de Brasília na década de 1960.

Inclusive, é na capital federal do Brasil que podemos ver algumas das suas principais obras, que estão em edifícios públicos como o Palácio da Alvorada, a Praça dos Três Poderes e o Palácio dos Arcos.

Entre as esculturas de traçado sensível que marcam sua trajetória estão as Duas Irmãs, os Anjos e os Evangelistas.

Duas Irmãs de Alfredo Ceschiatti

Duas Irmãs de Alfredo Ceschiatti. Crédito: Enciclopédia Itaú Cultural 

Escultores brasileiros contemporâneos

Os escultores brasileiros contemporâneos compõem um grupo diverso em estilos e criações e com inúmeros representantes no país.

Francisco Brennand

Entre os principais podemos citar Francisco Brennand (1927), um dos escultores mais famosos e aclamados do Brasil com obras expostas no mundo todo.

Tem na cerâmica a base de várias de suas artes. Na cidade de Recife podemos encontrar muitas de suas obras, a exemplo da Torre de Cristal, localizada no marco zero do município, e das mais de 90 obras no Parque das Esculturas.

Torre de Cristal - Francisco Brennand

Torre de Cristal de Francisco Brennand. Crédito: Wikipédia

Escultoras brasileiras

Entre as principais escultoras brasileiras podemos citar as contemporâneas Lygia Clark e Lygia Pape. Ambas fizeram parte do inovador Grupo Frente, comandado por Ivan Serpa nos anos 1950.

Lygia Clark

Lygia Clark (1920-1988) foi, além de escultora, uma grande pintora brasileira, que inovou nas suas instalações e artes a partir da estética de body art e com o trabalho que desenvolveu conectado com a arte terapia. Isso fez com que tivesse um reconhecimento internacional a partir dos anos 1980.

Viveu em Paris por algum tempo, onde estudou com grandes nomes como Fernand Léger e Isaac Dobrinsky. Além destes, foi também influenciada e teve um aprendizado com Burle Marx.

Entre suas obras destaca-se a série Bichos, de 1960, que continha construções metálicas geométricas articuladas por meio de dobradiças e que necessitavam da participação do público para criar novas figuras.

Bichos - Lygia Clark

Da série Bichos de Lygia Clark – Crédito: Moma

Lygia Pape

Já Lygia Pape (1927-2004) foi uma escultora, gravadora, pintora, diretora de cinema, designer e docente e é uma das mais importantes artistas brasileiras contemporâneas.

Além de integrar o Grupo Frente participou de outros movimentos de renovação da arte brasileira. A liberdade com que experimentou novas linguagens e formatos é uma das grandes marcas de suas criações.

Entre suas obras destaca-se “Ttéia”, uma série de instalações construídas por meio de disposições geométricas de fios tensionados verticalmente, que foram feitas de 1977 até 2000.

Quais as principais esculturas brasileiras?

Algumas das principais esculturas brasileiras são marcantes, como “Os Candangos” e a “Justiça”, em Brasília, “O Carregamento da Cruz” de Aleijadinho em Minas Gerais e o “Monumento às Bandeiras”, em São Paulo.

Como o Brasil tem uma história vasta e rica, inclusive antes mesmo da colonização, com a arte dos povos indígenas nos territórios que habitavam, é uma missão difícil eleger apenas algumas obras para ilustrar as principais esculturas brasileiras. Mas essas com certeza representam o que há de mais impactante neste tipo de arte.

Justiça – Alfredo Ceschiatti (1961)

Justiça - Alfredo Ceschiatti

Crédito: Wikipédia 

Os Candangos – Bruno Giorgi (1959)

Os Candangos - Bruno Giorgi

Crédito: Wikipédia

O Carregamento da Cruz – Aleijadinho (1796-1799)

Os Candangos - Bruno Giorgi

Crédito: Enciclopédia Itaú Cultural

Monumento às Bandeiras – Victor Brecheret (1921-1954)

Monumento às Bandeiras - Victor Brecheret

Crédito: Wikipédia 

Percebeu que a maioria dos escultores brasileiros se dedicavam também a outras artes como a pintura? Conheça o trabalho de outros pintores igualmente talentosos e marcantes da história brasileira na arte modernista e em estilos de arte contemporânea, como Pop Art e Op Art, no acervo da Laart.

Com mais de 15.000 peças disponíveis, a Laart é uma galeria de arte online que trabalha apenas com gravuras originais e exclusivas de artistas brasileiros e latino-americanos renomados. Todas as obras vêm com certificado de autenticidade e você as recebe em casa.

Clique aqui para conhecer algumas das principais peças do acervo da Laart!

Crédito da foto de capa: profeta Isaías de Aleijadinho – foto de Welerson Athaídes/Diário do Comércio

Share with

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart
Não há produtos no carrinho.